08 outubro 2015

Lançamentos de Outubro/2015 da Companhia das Letras








A resistência, de Julián Fuks: Uma expedição pessoal ao passado — político e emocional — de uma família latino-americana às voltas com uma feroz ditadura e com a agridoce experiência do exílio

Diários da presidência – vol. 1, de Fernando Henrique Cardoso: Gravados com frequência quase semanal durante os dois mandatos de FHC, os registros foram transcritos, revistos pelo autor e pela editora, e serão organizados em quatro volumes. Relato franco da prática política no Brasil, os Diários são a um só tempo documento histórico de valor inestimável e crônica cativante do exercício do poder.


O frango ensopado da minha mãe, de Nina Horta: Duas décadas depois de Não é sopa, a grande cronista da cozinha brasileira volta com textos excepcionais. De uma vida simples — do jeito que Nina Horta gosta de culinária, sem esnobismo e afetação.




Doutor Fausto, de Thomas Mann: Último grande romance de Thomas Mann, foi publicado em 1947. O escritor fez uma releitura moderna da lenda de Fausto, na qual a Alemanha trava um pacto com o demônio — uma brilhante alegoria à ascensão do Terceiro Reich e à renúncia do país a sua própria humanidade.



A morte em Veneza & Tonio Krueger, de Thomas Mann: A morte em Veneza (1912) é uma das novelas exemplares da moderna literatura ocidental. O volume traz ainda Tonio Kröger, narrativa de 1903 que Thomas Mann declarava ser uma de suas favoritas.

Poesia, antipoesia, antropofagia & cia, de Augusto de Campos: Para poetas e para quem gosta de poesia, reunião de ensaios sobre obras revolucionárias da poesia brasileira ganha edição ampliada.








Enfim, 30, de Camila Fremder e Jana Rosa: Fazer trinta anos é uma crise? Não precisa ser! Muito pelo contrário, os trinta podem e devem ser maravilhosos. Depois do sucesso de Como ter uma vida normal sendo louca, a dupla preparou este novo livro que vai trazer verdadeiras iluminações sobre entrar na terceira década e, com muita leveza, ajudar a lidar com as questões que inevitavelmente surgem.


Homens sem mulheres, de Haruki Murakami: O livro reúne sete histórias sobre o isolamento e a solidão que permeiam as relações amorosas: homens que perderam uma mulher depois de um relacionamento marcado por mal-entendidos. No entanto, as verdadeiras protagonistas destas histórias são as mulheres, que misteriosamente invadem a vida dos homens e desaparecem, deixando uma marca inesquecível na vida daqueles que amam.





Star Wars: A missão do contrabandista, de Greg Rucka, Star Wars: A arma de um jedi, de Jason Fry, Star Wars: Alvo em movimento, de Cecil Castellucci e Jason Fry: Han Solo, Luke Skywalker e a princesa Leia estão de volta em aventuras inéditas, com pistas sobre o novo filme de Star Wars!





Na escuridão: A história do resgate dos 33 mineiros chilenos, de Héctor Tobar: Na escuridão reconstrói o cotidiano dos mineiros durante o aprisionamento e conta como a vida de cada um deles mudou após o incidente na mina San José, no deserto de Atacama. Uma narrativa intensa, dramática e impiedosamente real.




Grande magia, de Elizabeth Gibert: A autora reflete sobre o que significa vida criativa. Segundo ela, ser criativo não é apenas se dedicar profissional ou exclusivamente às artes: uma vida criativa é aquela motivada pela curiosidade. Uma vida sem medo, um ato de coragem. Da autora que transformou a vida de milhões de leitores com seu best-seller internacional Comer, rezar, amar.





0 comentários:

Postar um comentário

Ficamos muito felizes quando você comenta e nos faz saber no que erramos e acertamos. Comente! Isso é muito importante.

 
| Floreios e Borrões | Copyright © 2014 | Código by Ipietoon | Design Marcelle Dantas |