15 setembro 2015

[Resenha] Peter Pan Tem Que Morrer - Dave Gurney # 4 - John Verdon


Sinopse - Peter Pan tem que morrer traz de volta o detetive Dave Gurney, protagonista de Eu sei o que você está pensando, Feche bem os olhos e Não brinque com fogo. “Uma sofisticada trama de suspense que os aficionados por mistério adorarão tentar resolver. Com um enredo tenso, cheio de intrigas inimagináveis, Peter Pan tem que morrer desafia a inteligência do leitor até sua dramática e espantosa conclusão.” – Library Journal No mais tortuoso romance policial escrito por John Verdon, o especialista em mistérios David Gurney dedica sua mente brilhante à análise de um assassinato terrível que não pode ter sido cometido da forma como os investigadores responsáveis pelo caso afirmam que foi. Detetive aposentado do Departamento de Polícia de Nova York, ele precisa cumprir uma espinhosa tarefa: determinar a culpa ou a inocência de uma mulher condenada pela morte do próprio marido. Ao descascar as diversas camadas do caso, Dave logo se vê travando uma perigosa guerra de inteligência contra um investigador corrupto, um cordial e desconcertante chefe da máfia, uma jovem linda e sedutora e um assassino bizarro que tem a altura e os traços de uma criança – aparência que lhe rendeu o apelido de Peter Pan. A uma velocidade assombrosa, reviravoltas assustadoras começam a ocorrer e Dave é sugado com força cada vez maior para dentro de um dos casos mais sombrios de sua carreira.

David Gurney é um detetive aposentado que é procurado por Jack Hardwick, que foi expulso da polícia devido um caso que estava tratando com David. 

Jack está a procura de uma vingança pessoal por conta de sua expulsão e pede ajuda à David para investigar um caso já fechado.  Segundo ele, o caso está repleto de irregularidades e uma esposa inocente foi condenada pela morte de seu marido.

Como David sente-se responsável pela expulsão de Jack, ele aceitar ajudá-lo. Só que o que parece ser algo sem sentido, torna-se uma caçada a um criminoso frio e perverso.

“Poucos comportamentos de outras pessoas são tão irritantes quanto aqueles que mostram nossas falhas de um modo pouco atraente.” Página 72

Durante a investigação, David descobre que existe outras mortes relacionadas ao assassino e com o avançar das páginas, mergulhamos em uma mente fascinante, porém sombria.

Mais uma vez o autor John Verdon criou um enredo incrível, repleto de mistério e investigação.


“Você tem uma esposa. Que direito você tem de arriscar a vida do marido dela? Você tem um filho. Que direito você tem de arriscar a vida do pai dele?” Página 235

0 comentários:

Postar um comentário

Ficamos muito felizes quando você comenta e nos faz saber no que erramos e acertamos. Comente! Isso é muito importante.

 
| Floreios e Borrões | Copyright © 2014 | Código by Ipietoon | Design Marcelle Dantas |