13 setembro 2014

[Resenha] A Filha do Sangue - Anne Bishop


Sinopse - O Reino Distorcido se prepara para o cumprimento de uma antiga profecia: a chegada de uma nova Rainha, a Feiticeira que tem mais poder que o próprio Senhor do Inferno. Mas ela ainda é jovem, e por isso pode ser influencidade e corrompida. Quem a controlar terá domínio sobre o mundo. Três homens poderosos, inimigos viscerais - sabem disso. Saetan, Lucivar e Daemon logo percebem o poder que se esconde por trás dos olhos azuis daquela menina inocente. Assim começa um jogo cruel, de política e intriga, magia e traição, no qual as armas são o ódio e o amor. E cujo preço pode ser terrível e inimaginável.






O início da obra é bastante confuso, mas após algumas páginas, descobrimos que existe uma raça, chamada de os Sangue, que tem poderes e usa Joias de diferentes cores que representam sua magia e poder. A menos poderosa é a Branca e a mais poderosa é a Negra. Logo no início do livro, conhecemos três Machos de Sangue: Saetan e Daemon, que utilizam a Negra, e Lucivar, que utiliza a Cinza-Ébano, apenas um grau menos poderoso que os outros dois.


"Quem a controlar terá o domínio sobre as trevas. Cabe a três homens - três príncipes do Sangue que carregam o sobrenome SaDiablo - protegê-la: são eles Saetan, Senhor Supremo do Inferno, e seus filhos, Daemon e Lucivar."

Seus personagens não são apenas malvados. Existe bondade, generosidade, amor.. Mas também há muita ganância, poder, inveja, luxúria.. E nesse clima a real responsabilidade e intenção de ser Sangue perdeu-se. Muitos por terem a sede pelo poder, tornam-se egoístas, tal qual no mundo real. 

O mundo passou a ser dominado por mulheres que acatam as ordens da Rainha Dorothea.
Existe uma profecia que paira sobre todo o reino, onde se sabe que em algum momento uma feiticeira muito poderosa irá surgir e com a mesma um poder inimaginável, jamais alcançado por qualquer um.. E é com essa profecia que alguns contam, para que o desejo de ver os Sangue reestruturado e de volta aos trilhos se realize! Pois acredita-se que apenas "A Feiticeira" poderá reinar e trazer a paz e a verdadeira essência dos Sangue de volta!

Complexo, cheio de cenas pesadas e ao mesmo tempo irresistível. Esse é o livro "A filha do sangue", primeiro livro da série As joias negras.


"Era poder demais. Nem os Sangue estavam destinados a deter tal poder. Nem a feiticeira jamais controlara todo esse poder. A verdade é que esta menina controlava. Esta jovem Rainha. A filha de sua alma. Com esforço, Saetan estabilizou a respiração. Poderia aceitá-la. Poderia amá-la. Ou poderia temê-la. A decisão cabia a ele, e o que quer que decidisse aqui e agora seria uma decisão com a qual teria que lidar."

1 comentários:

  1. Tenho o livro na minha pilha de leituras, mas não ando me animando com ele não. Tentei começar a ler, mas não me interessou, acho que vou dar mais uma chance a ele.

    Bruna C.
    http://coolturenews.com.br/

    ResponderExcluir

Ficamos muito felizes quando você comenta e nos faz saber no que erramos e acertamos. Comente! Isso é muito importante.

 
| Floreios e Borrões | Copyright © 2014 | Código by Ipietoon | Design Marcelle Dantas |