17 abril 2014

[Resenha] O Inferno De Gabriel - Sylvain Reynard


Sinopse - "Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites. O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados.  Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante – um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer.  Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir.  Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível".

Minha opinião - O livro é narrado em terceira pessoa e a trama tem como cenário Toronto. Os protagonistas são Gabriel Emerson de 33 anos e Julia Mitchell de 23 anos de idade. 

Gabriel é um homem fechado, atormentado pelo seu passado. Inteligente, sensual e quando quer, extremamente carismático. É um pouco esnobe e muito preocupado com as aparências. Gosta de exibir o seu gosto impecável pelo melhor de tudo. Professor renomado e especialista em Dante Alighieri na Universidade de Toronto, é orientador de dois alunos Paul Norris e Christa Peterson.

"O pensamento deixou o professor apavorado. Além de ser um babaca esnobe, agora ele era um troglodita, capaz de quebrar o queixo dos outros, que acreditava ter alguma espécie de direito de propriedade sobre uma jovem que mal conhecia e o odiava. Isso sem falar que ela era sua aluna". (p. 43)

Julia é uma jovem que não teve uma infância fácil, contando sempre com Grace, a mãe de sua melhor amiga Rachel. Grace não aparece no livro, mas desde o primeiro instante que o leitor toma conhecimento de sua existência, percebemos o amor dela em todos aqueles que viveram ao seu redor, seus filhos, seu marido Richard, Julia. É um exemplo magnífico de ser humano.

Julia está começando a cursar o seu mestrado e precisa da orientação de Gabriel para conseguir escrever o tema desejado. Julia tem uma certa inocência e fragilidade que acaba fazendo com que Paul se aproxime dela, mas que não impede Gabriel de ser extremamente grosseiro e arrogante com a garota. O interessante da personagem é que Julia traz uma bagagem emocionalmente grande. 

"A timidez de Julia não era sua principal característica. Sua melhor qualidade, aquela que a definia, era a sua compaixão - que não havia sido herdada de seus pais". (p. 12)

Paul é um personagem incrível. Ele é doce, simpático, lindo, extremamente carismático e desde o primeiro instante que viu Julia ele sente-se atraído por ela. É graças ao Paul que o início da vida de Julia em Toronto tem um lado mais suave e alegre.

Christa por outro lado é o cão chupando manga. É a típica garota que atropela qualquer um que fique entre ela e o seu objeto de desejo, e no momento quem ela deseja é Gabriel. Ela acredita que é irresistível e não sabe receber uma rejeição. Apesar de ser uma pessoa inteligente, ela está mais preocupada em conseguir levar alguém para cama do que sua vida acadêmica.

Rachel, a melhor amiga de Julia é fofa e uma boa amiga, mas no momento está passando por uma situação triste e precisa do apoio e conforto daqueles que a amam. Mesmo em meio a sua tristeza é muito protetora com relação à Julia.

"Então deixe de bancar o esnobe, como se fosse um Sr. Rochester, um Sr. Darcy, um Heathcliff ou qualquer personagem daqueles romances ingleses do século XIX e comece a tratá-la como o tesouro que ela é! Ou eu vou voltar aqui e lhe dar uma lição". (p. 53)

Nesse núcleo da Rachel, onde temos seu pai, irmãos e namorado vemos uma verdadeira relação de amor e respeito, com exceção de uma ou outra farpa solta entre seus irmãos.
Desde o início do livro existe uma certa química entre Gabriel e Julia mas um dos pontos positivos da trilogia é que o romance não é instantâneo e sim desenvolvido lentamente. O foco central do livro não é o sexo, e sim a sedução. 

Conforme a trama vai se desenvolvendo, o leitor acompanha a luta de Gabriel contra os seus demônios, observa florescer um lado inédito nele e torce para ler o segundo livro logo em seguida.

Além de todo esse cenário o leitor tem deslumbres maravilhosos sobre Dante, Mozart e muito mais. O livro traz uma faceta cultural muito interessante e que combina com a história perfeitamente.

Em relação à revisão, diagramação e layout foi realizado um ótimo trabalho. A capa é simples, mas chama a atenção.

3 comentários:

  1. Oi!
    Quero tanto ler esse livro *---*
    Já vi gente fando muito bem e outras metendo o pau nesse livro, na verdade só lendo mesmo pra saber :/ ansiosa pela leitura.
    Fiquei bem feliz em ler essa resenha aqui =)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oie :)
    Adorei a resenha!!!!
    Quero muito ler esse livro!
    Desde quando li a história pela primeira vez me apaixonei ♥
    Beijos
    http://cupcakedeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. O que posso dizer, essa é a trilogia mais linda que já li. Esse primeiro livro me deixou maluca, amei e chorei muito lendo. Odiei e amei o Gabriel em igual proporção, eita homem mega gostoso e complicado. Já a Julia me deixou oprimida, me torrou a paciência mas no final eu gostei dela também, afinal uma jovem sofrida como ela tinha de ser mesmo insegura.
    A resenha está muito boa, adorei ter lido pois me fez ficar com vontade de reler todos os três livros *.*
    Beijão
    Viviane
    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir

Ficamos muito felizes quando você comenta e nos faz saber no que erramos e acertamos. Comente! Isso é muito importante.

 
| Floreios e Borrões | Copyright © 2014 | Código by Ipietoon | Design Marcelle Dantas |