20 fevereiro 2014

[Resenha] Por Toda A Eternidade - Kristin Hannah


SinopseTully Hart é uma mulher ambiciosa, movida por grandes sonhos que, na verdade, escondem as lembranças de um passado de abandono e dor. Ela acredita que pode superar qualquer coisa ao esconder bem fundo os sentimentos de rejeição que carrega desde a infância... Até que sua melhor amiga, Kate Ryan, morre. Então, tudo começa a mudar para Tully, que se vê escorregando em um precipício cheio de memórias melancólicas e remédios para dormir... Dorothy Hart — ou Cloud, como era conhecida nos anos 1970 — está no centro do trágico passado de Tully. Ela abandonou a filha repetidas vezes na infância. Até que as duas se separaram de uma vez por todas. Aos dezesseis anos, Marah Ryan ficou devastada pela morte da mãe, Kate. Embora seu pai e seus irmãos se esforcem para manter a família unida, Marah transformou-se numa adolescente rebelde e inacessível em sua dor. Tully tenta aproximar-se de Marah, mas sua incapacidade para lidar com os sentimentos da afilhada acaba empurrando a menina para um relacionamento infeliz com um rapaz problemático. A vida dessas mulheres está intimamente ligada, e a maneira como elas vão rever seus erros e acertos constrói um romance comovente sobre o amor, a maternidade, as perdas e o novo começo. Onde há amor, há perdão...


Uma história que fala de perdão, de amor, de erros e acertos. Com a morte de Kate, sua família desmorona. Quatro anos se passam e a família tenta seguir em frente, mas nem todos conseguem. Seu marido Johnny mergulha no trabalho, e seu gêmeos William e Lucas parecem bem mais velhos do que seus 11 anos de idade. Os pais de Kate, Bud e Margie perderam o brilho que sempre tiveram.... Mas eles não foram os únicos que sofreram.

Marah, a filha mais velha de Kate, não soube lidar com a morte da mãe. Quando Kate estava viva, as duas viviam discutindo, principalmente por besteiras ou caprichos de Marah. A culpa a corrói. E quando ela começa a frequentar o grupo de terapia, conhece Paxton, um jovem que perdeu alguém que amava, mas que tem um jeito brusco de lidar com a vida. 

Desesperada para fugir da sua realidade, ela mergulha em um relacionamento destrutivo.
Tully perdeu sua melhor amiga. A única pessoa que a conhece de verdade. Seguir em frente se torna uma tarefa árdua, quase que impossível. E a promessa de cuidar dos filhos de Kate vai ficando cada vez mais difícil de cumprir.

Dorothy teve uma filha... mas nunca foi uma mãe. Uma mulher que desde cedo abandonou a filha e se envolveu com bebidas, drogas e homens. Mas qual será o real motivo disso? Foi puro egoísmo ou existe algo doloroso por trás dessa necessidade em se destruir?

Três mulheres fortes que sofreram muito durante toda a sua vida.

Uma história forte, emocionante e irresistível. 

Em relação à revisão, diagramação e layout a editora realizou um ótimo trabalho. A capa é simples, mas traz elementos importantes da trama. 


"Nos olhos dela, vejo nossas vidas: dançando com nossa música, andando de bicicleta no escuro, sentando em cadeiras na praia, conversando e rindo. Ela está no meu coração: é quem me deixa voar e me mantêm com os pés no chão. Não é de surpreender que eu fosse louca por ela. Era ela quem nos mantinha unidos". (p. 347)




Edição: 1
Editora: Novo Conceito
ISBN: 9788581633206
Ano: 2014
Páginas: 400
Tradutor: Paulo Polzonoff Jr
Skoob: Clique aqui
Avaliação: 5/5

1 comentários:

  1. estou ansiosa pra ler... creio que será meu próximo da lista, assim que acabar um que tõ lendo ^^
    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Ficamos muito felizes quando você comenta e nos faz saber no que erramos e acertamos. Comente! Isso é muito importante.

 
| Floreios e Borrões | Copyright © 2014 | Código by Ipietoon | Design Marcelle Dantas |