01 fevereiro 2014

[Resenha Nacional] "Terra Cruz" - Leonardo Brum


Sinopse - ""Há três maneiras de se acabar com um vampiro: a luz do fogo, a luz do dia e a luz do criador". A pequena cidade de Terra Cruz vive ares de modernidade: inaugura sua primeira boate, e faz planos para o Baile de Máscaras no Carnaval. Um grupo de turistas exóticos chega em um misterioso ônibus de excursão. Pessoas andam desaparecendo. Santiago descobre algo terrível na festa de seu melhor amigo. Além disso, coisas estranhas andam acontecendo com ele. Um macabro plano de vingança será colocado em prática. Os incautos moradores tentam fugir em meio ao desespero. Um estranho mendigo perambula pelas ruas. Ninguém sabe, mas, além de tudo isso, algo mais está à espreita".





Minha opinião -  "Terra Cruz" é narrado em terceira pessoa e tem como cenário a cidade de Terra Cruz, uma cidade pequena, com um pouco mais de 5.000 habitantes. Dividido em três partes, o livro tem como um dos protagonistas Santiago, um jovem de 26 anos, tímido e introvertido, professor e filho de Dona Elvira, uma mulher super-protetora. Seu melhor amigo é Samuel, um homem misterioso.

A cidade pode ser chamada de pacata e um dos maiores eventos será a festa de inauguração da nova boate, mas por trás dessa tranquilidade alguns eventos estão acontecendo, como o desaparecimento de alguns moradores. Existem moradores em Terra Cruz peculiares: o arrogante delegado, um médico fã de filmes de terror e jovens que adoram se divertir. O problema começa quando um ônibus traz algumas pessoas  com uma aparência chamativa: vestidos de preto e com uma atitude de "dane-se o mundo".

O leitor precisa descobrir qual é a relação entre esses acontecimentos com a cidade chamada "Esperança". Uma cidade que simplesmente sumiu do mapa de um dia para o outro.

"Francisco disparou a toda velocidade com o carro e só olhou para trás quando já estava a cinco quilômetros dali, quando já havia passado de sua própria casa há muito tempo. "Eram vampiros. Vampiros em Terra Cruz!", repetia com a respiração ofegante". (p.115)

Alguns pontos merecem destaque no livro: o modo como o escritor nacional Leonardo Brum justificou a origem dos vampiros é diferente do que lemos normalmente. A maneira como ele conseguiu "amarrar" esse fato com o outro lado sobrenatural da história foi criativa e inteligente. 

Outro ponto muito positivo é a capacidade do autor em criar uma trama onde elementos que inicialmente passam a impressão de não terem muita importância ou sentido acabam sendo pontos centrais que dão respostas a perguntas chaves dos acontecimentos. Temos a boate, um mendigo, um ônibus repleto de estranhos, uma cidade que desaparece, todos elementos que parecem aleatórios, mas não são. 

A escrita é fluída e dinâmica e é possível perceber a construção dos momentos tensos da história.

Um livro que mescla sobrenatural, um pouco de ação e uma trama muito bem construída com personagens peculiares, ferozes e protetores.

Em relação à revisão, diagramação e layout foi realizado um bom trabalho. A capa traz um ar sombrio que combina com a trama.

" - Isso que você viu em Terra Cruz é apenas o começo. Como uma pequena faísca de um incêndio que vai se espalhar pelo mundo todo. Será o fim de todos os vampiros". (p. 249)


Edição: 1

Editora: Novo Século
ISBN: 9788576796794
Ano: 2012
Páginas: 312

Skoob: Clique aqui
Avaliação: 4/5

0 comentários:

Postar um comentário

Ficamos muito felizes quando você comenta e nos faz saber no que erramos e acertamos. Comente! Isso é muito importante.

 
| Floreios e Borrões | Copyright © 2014 | Código by Ipietoon | Design Marcelle Dantas |