20 janeiro 2014

[Resenha] Escândalo - Therese Fowler


Sinopse - Amelia Wilkes tem um pai rigoroso que não permite que ela namore, mas isso não a impede de viver um romance secreto com o cativante Anthony Winter. Desesperadamente apaixonados, os dois sonham uma vida juntos e planejam contar tudo sobre seu amor aos pais de Amelia... Mas só depois que ela completar dezoito anos — e for legalmente reconhecida como adulta. No entanto, a paixão do casal é exposta mais cedo do que o previsto... Eles são jovens, andam grudados aos seus celulares e postam todo tipo de informação — inclusive aquelas informações mais particulares, que só deveriam dizer respeito a eles mesmos — até que o pai de Amelia encontra fotos de Anthony, nu, no computador de sua filha. Poucas horas depois, Anthony é preso. Apesar dos protestos de Amelia, seu pai usa de todo o poder e influência entre os policiais, e entre os meios de comunicação, para transformar Anthony em um pervertido que caçava sua inocente filha. De mãos atadas, cabe aos dois apaixonados arriscar uma última saída, ousada e perigosa, e apagar a acusação de sexting que Anthony recebeu.




O pai de Amelia é um homem controlador que não vê a filha como uma adolescente e sim uma criança. Um homem que tem meios e dinheiro o suficiente para que seus desejos sejam realizados sem esforço. Amelia é a "filhinha do papai" que faz tudo o que ele deseja, ou pelo menos é o que ele imagina. Ela namora escondido Anthony, um jovem de classe média baixa, que é filho de uma professora que o criou sozinha. Esperando alcançar a maioridade, Amelia e Anthony namoram escondidos há um bom tempo, até que o pai dela encontra no laptop de Amelia uma foto do Anthony nu. Com isso, o pai faz com que o jovem seja preso e toda a trama começa a se desenvolver.

A ideia de trabalhar com material sexual em meios eletrônicos é muito boa e muito atual, já que vemos isso acontecer diariamente. O problema do livro foi a construção dos personagens, mais precisamente dos protagonistas, que não convenceram nem um pouco. Amelia é muito bobona, não se movimenta quando necessário e Anthony é um pouco calmo demais em meio a toda situação que está enfrentando.

A leitura é um pouco arrastada e o começo do livro quase faz com que o leitor abandone a leitura.

A editora realizou um ótimo trabalho na capa, revisão e layout. 



" O mundo precisava de menos cinismo, mais amor. O amor era a resposta. O amor fazia o mundo girar. O amor era tudo de que se precisava. O amor, na verdade, estava por toda parte." (p.45)

0 comentários:

Postar um comentário

Ficamos muito felizes quando você comenta e nos faz saber no que erramos e acertamos. Comente! Isso é muito importante.

 
| Floreios e Borrões | Copyright © 2014 | Código by Ipietoon | Design Marcelle Dantas |