15 novembro 2013

Resenha: "Sempre" - Os Lobos de Mercy Falls - Livro 3 - Maggie Stiefvater


Sinopse - "Sempre é o final da amável trilogia de Maggie Stiefvater, Os Lobos de Mercy Falls. Desta vez, os riscos estão maiores do que nunca: enquanto o pai de Isabel planeja acabar com todos os lobos de uma vez por todas, Sam e Isabel procuram por maneiras de salvar a matilha, e Cole corre em busca de uma cura para Grace. Porém a peça central da série é o romance — entre Sam e Grace, claro, e entre Cole e Isabel — e a escrita brilhante e pungente de Maggie não desaponta. Sam e Grace roubam momentos doces e de tirar o fôlego juntos, durante o período das imprevisíveis transformações de Grace, e Cole e Isabel lutam para derreter o interior frio um do outro. Os leitores irão se derreter também, e encontrarão um satisfatório, porém não tão perfeito, final".



Minha opinião - "Sempre" é o último livro da trilogia "Os lobos de Mercy Falls" e finalmente vamos descobrir o que irá acontecer não apenas com Sam e Grace, mas com a matilha e com Isabel. 

Quando iniciei a leitura, tomei um susto ao perceber que o prólogo era narrado pela Shelby. Sinceramente, tanto na forma de loba como na forma de humana, ela é uma psicopata. 

Amei ver um Cole mais centrado. A relação dele com a Isabel se torna mais forte, deixando esses dois protagonistas mais brandos. Mas não pensem que os dois deixaram de ter o seu lado forte e sarcástico. São duas pessoas tão quebradas que só fazem sentido quando estão juntas. É uma interação belíssima de se ler.

E é claro, Sam e Grace. Agora que Grace é um lobo, a relação deles está desestabilizada, e só saberemos se o amor deles é verdadeiro e forte o bastante no final do livro.

Tom Culpeper investe com força total na caçada aos lobos. Sua obsessão chega ao ápice nesse livro, quase beirando a insanidade. Se por um lado é fácil classificar esse personagem como vilão do livro, devemos lembrar que essa perseguição começou após a morte de seu filho. O impacto da perda de um filho resulta nessa busca desenfreada por vingança. 

E a análise da relação entre Sam e Beck não fica pra trás. Após descobrir a verdadeira intenção de sua transformação, poderá Sam confiar nas lembranças que tem do seu pai adotivo?

Contando com um aliado inesperado, Sam terá que se mostrar um líder e salvar a todos, inclusive a si mesmo.

Uma leitura dinâmica, com muita ação, luta e redenção.

Em relação a diagramação, revisão e layout a editora está de parabéns. A capa segue o esquema do segundo livro, demonstrando bem o tema central do livro.

Espero que tenham gostado da resenha.

Aguardo comentários.

Beijos

Carol


0 comentários:

Postar um comentário

Ficamos muito felizes quando você comenta e nos faz saber no que erramos e acertamos. Comente! Isso é muito importante.

 
| Floreios e Borrões | Copyright © 2014 | Código by Ipietoon | Design Marcelle Dantas |