05 junho 2013

Resenha: "Um Milhão de Sóis" - Beth Revis


Título: Um Milhão de Sóis
Autor: Beth Revis
Editora: Novo Século
Nº de Páginas: 376
Compre agora: Saraiva - Submarino - Americanas

Sinopse - "Descubra os segredos que Godspeed esconde nessa eletrizante sequência de Através do Universo. Já se passaram três meses desde que Amy foi desconectada. A vida como ela conhecia chegou ao fim. E para onde quer que ela olhe, enxerga apenas as paredes da nave espacial Godspeed. Mas ainda pode haver esperança. Elder assumiu a liderança da nave e finalmente se vê livre para agir de acordo com seus desejos: sem mais Phydus, sem mais mentiras. Quando Elder descobre os terríveis segredos da nave, ele e Amy correm em busca da verdade por trás da vida em Godspeed. Eles precisam se unir para desvendar um grande mistério, posto em ação centenas de anos antes. Seu sucesso ou fracasso determinará o destino dos 2.298 passageiros. Porém, a cada passo, a jornada se torna ainda mais perigosa, a nave, cada vez mais caótica, e o amor entre eles, mais impossível de se concretizar". 


Minha opinião - Após um final eletrizante em "Através do Universo", fiquei em um misto de apreensão e  curiosidade. Apreensão porque tive receio que a autora não conseguisse manter a qualidade do primeiro livro, sem se enrolar no meio da continuação. Ainda bem que estava totalmente errada. Achei "Um milhão de sóis" ainda melhor do que o primeiro livro. Amy ainda tenta se encaixar em Godspeed, e como é muito diferente dos demais tripulantes, ainda é constantemente atacada. E conta como fator negativo para ela, o Elder dar uma atenção especial à terráquea. Além disso, o detestável Luthor está ainda pior, mostrando que mesmo em uma população homogênea, existem psicopatas. 

Os momentos mais detestáveis da leitura foram quando esse personagem apareceu. Elder está tendo um grande trabalho, pois agora que a população não está sendo mais controlada, rebeliões e violência vem ocorrendo frequentemente e a sua autonomia é questionada. E temos também as pistas deixadas por Órion, que Amy precisa decifrar para entender o grande segredo da nave. Confesso que em alguns pontos tanto Amy e Elder me irritaram, causando certa antipatia pelos personagens principais. 

Um fator interessante, foi o da autora dar um maior destaque a alguns dos personagens secundários no primeiro livro, fazendo com que o leitor conheça um pouco mais o universo de Godspeed. O final de "Um milhão de sóis" foi interessante e espero que o terceiro e último livro da trilogia mantenha a mesma qualidade.

A autora conseguiu manter o leitor preso em sua sagacidade, pois ao aprofundar na leitura, o leitor precisa ficar atento a alguns detalhes explicados anteriormente.

Em relação a revisão, layout e diagramação, a editora está de parabéns. Da mesma forma que o primeiro livro, foram encontrados poucos erros de digitação, que não atrapalharam a leitura. A capa combina perfeitamente com a trama e com a capa do primeiro livro.

Espero que vocês tenham gostado da resenha.

Aguardo comentários.

Beijos

Carol

1 comentários:

  1. Eu tenho curiosidade principalmente pelas capas q são lindas!!
    Não li o segundo, mas curti o enredo e leria a série!!!

    ResponderExcluir

Ficamos muito felizes quando você comenta e nos faz saber no que erramos e acertamos. Comente! Isso é muito importante.

 
| Floreios e Borrões | Copyright © 2014 | Código by Ipietoon | Design Marcelle Dantas |