11 junho 2013

Resenha: "Amante da Fantasia" - Sherrilyn Kenyon


Resenha destinada a maiores de 18 anos.

Título: Amante da Fantasia
Autor: Sherrilyn Kenyon
Editora: Novo Século
Nº de Páginas: 336
Compre agora: Saraiva - Submarino - Americanas

Sinopse - "Ficar preso em um quarto com uma mulher é algo formidável. Ficar preso em centenas de quartos durante mais de dois mil anos não é. E ser amaldiçoado dentro de um livro como um escravo sexual pela eternidade pode arruinar até mesmo o dia de um guerreiro espartano. Como escravo sexual, eu sabia tudo a respeito das mulheres. Como tocá-las, como saboreá-las e, principalmente, como satisfazê-las. Porém, quando fui evocado para realizar as fantasias sexuais de Grace Alexander, encontrei a primeira mulher na história que me enxergou como um homem com um passado atormentado. Só ela se importou em me tirar do quarto, levando-me para o mundo. Ela me ensinou a amar outra vez. Mas eu não nasci para conhecer o amor. Fui condenado a uma solidão eterna. Como general, eu tinha aceitado minha sentença havia muito tempo. Porém, agora encontrei Grace... a única coisa sem a qual meu coração ferido não é capaz de sobreviver. Com certeza, o amor pode curar todas as feridas, mas poderá também romper uma maldição de dois mil anos?"

Minha opinião -  Esse livro faz o caminho inverso dos livros hots que estamos acostumados a ler. Geralmente, temos muitas cenas de sexo e pouco diálogo, e em "Amante da Fantasia" ocorre poucas cenas hots e muita conversa. 

Grace é uma terapeuta sexual que possui um trauma relacionado a sexo, e por isso se torna um ser, digamos, assexuado. Sua melhor amiga, Selena, ou melhor Madame Selena, vive incentivando a Grace que volte a viver um pouco (tradução: que faça sexo). Como acredita em esoterismo, Madame Selena encontra um livro que diz a lenda que a mulher que invocar o homem desenhado na capa, chamando o seu nome três vezes, será saciada sexualmente por 30 dias. 

No aniversário de Grace, após beber um pouquinho a mais, Grace acaba aceitando o presente de Selena e pronunciando o nome três vezes e eis que surge Julian, um homem mais do que bem definido. Grace tem uma força de vontade imensa e se recusa a envolver-se com Julian sem conhecê-lo. E é a partir da curiosidade de Grace que vamos descobrir a origem de Julian. 

O livro retrata histórias do mundo greco-romano assim como sobre os deuses venerados na época. A autora consegue mesclar a atualidade com o passado e focar-se na adaptação de Julian.

Uma história rápida e muito engraçada em alguns pontos, mas que também foca o sofrimento dos personagens. É indicado para leituras sem pretensões e para fazer as leitoras suspirarem rs.

Espero que tenham gostado da resenha.

Beijos

Carol

2 comentários:

  1. Eu li esse livro a um bom tempo traduzido em um desses grupos que disponibiliza ebooks. Nossa adorei... fico muito feliz que tenha sido publicado. É muito bom.

    ResponderExcluir
  2. Eu li e amei o livro!!!
    O Julian é muito fofo!!! O medo de ficar sozinho, a infância e vida difícil q ele teve como general, deu uma peninha dele!!! É linda a história dele com a Grace!
    Só não acho a capa coerente com o livro já q o Julian é loiro...

    ResponderExcluir

Ficamos muito felizes quando você comenta e nos faz saber no que erramos e acertamos. Comente! Isso é muito importante.

 
| Floreios e Borrões | Copyright © 2014 | Código by Ipietoon | Design Marcelle Dantas |