09 dezembro 2012

Resenha - A Casa das Orquídeas - Lucinda Riley - (by Carol Durães)



Quando criança, a pianista Júlia Forrester passava seu tempo na estufa da propriedade de Wharton Park, onde flores exóticas cultivadas pelo seu avô nasciam e morriam com as estações. Agora, recuperando-se de uma tragédia na família, ela busca mais uma vez o conforto de Wharton Park, recém-herdada por Kit Crawford, um homem carismático que também tem uma história triste. No entanto, quando um antigo diário é encontrado durante uma reforma, os dois procuram a avó de Júlia para descobrirem a verdade sobre o romance que destruiu o futuro de Wharton Park... E, assim, Júlia é levada de volta no tempo, para o mundo de Olívia e Harry Crawford, um jovem casal separado cruelmente pela Segunda Guerra Mundial, cujo frágil casamento estava destinado a afetar a felicidade de muitas gerações, inclusive da de Júlia.



Minha opinião - Eu ganhei esse livro em um sorteio e realmente não esperava me apaixonar por ele. Ainda bem que ele me surpreendeu e eu fiquei muito feliz com isso. O livro mescla duas histórias que ocorrem em épocas diferentes. Por isso, vou falar separadamente de cada uma.

Júlia sofre uma grande perda em sua vida, e por estar totalmente deprimida, passa vários meses meio que “desconectada” do mundo. Alícia, a irmã mais velha de Júlia está bem preocupada com ela, e sempre que pode tenta visitá-la e incentivá-la. Mas Júlia é muito introspectiva, o que torna essa tarefa muito difícil. Em uma dessas visitas, Alícia convida Júlia para ir a Wharton Park, uma grande propriedade onde as garotas passavam as férias de sua infância, pois seus avôs, Bill e Elsie eram funcionários de lá. Elsie era uma das empregadas domésticas, enquanto Bill era um talentoso jardineiro que cuidava da maravilhosa estufa da propriedade. A visita a propriedade trás boas lembranças a Júlia e a faz encontrar com Kit, o novo herdeiro da propriedade. Kit e Júlia se encontraram apenas uma vez na infância, quando ele pediu a ela que tocasse uma música ao piano, pois sabia do seu talento. Apesar de ter sido um único encontro, aparentemente foi marcante para ambos.

Kit é um daqueles personagens que te fazem suspirar. Um cara bonito, honesto, totalmente dedicado e apaixonado. Infelizmente, manter uma propriedade como Wharton Park é caro, e Kit tem a intenção de vendê-la. Mas enquanto isso não ocorre, ele está morando em uma das casas dos empregados, que por coincidência é a casa onde os avôs da Júlia moravam. Ao arrumar a casa Kit encontra um diário, que supõe ser de Bill e entrega a Júlia. Curiosa, Júlia visita a sua avó Elsie e descobre que o diário não é de seu avô e sim de Harry, o herdeiro da propriedade na época.

E é nesse momento, quando Elsie começa a contar a história de Harry e Olívia, que Júlia começa a analisar a própria vida e a descobrir segredos que envolvem as duas famílias. Segredos, mentiras e decepções envolvem a história do jovem casal que se casaram na época da guerra.  Olívia começa como uma jovem tão vibrante, viva e bondosa, que sua história me fez chorar muito. A covardia de Harry, que a magoou mais de uma vez, me deixou totalmente brava com o personagem. E a própria Elsie, que na época era empregada na casa, mas que Olívia sempre tratou como amiga, me deixou triste por ter traído Olívia. De todos os personagens do livro, sem sombra de dúvida a Olívia foi quem roubou o meu coração, pois foi a que mais sofreu. Não estou dizendo que Júlia não sofreu, apenas que a história da Olívia me comoveu mais. A trama é contada em meio a um ambiente colorido e perfumado, tentando amenizar os impactos e horrores da guerra. Outros personagens como a Lídia; tem grande importância para o desenvolvimento da trama.

Achei a capa linda, a revisão e diagramação estão de parabéns. É uma história emocionante, onde vemos a importância do perdão e a necessidade de se fechar um ciclo que foi iniciado há muitos anos atrás.

Espero que tenham gostado da resenha.

Beijos

Carol

Nota 5/5

Lucinda Riley - 560 páginas - Novo Conceito 

13 comentários:

  1. Terminei de ler esse livro esses dias também, tinha empacado na leitura, mas me arrependi de não ter lido antes. A Lucinda é muito boa no que faz. Adoro livros que abordam esses temas de guerras famosas e seus efeitos, muitas vezes, desastrosos.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina Durães10/12/2012 14:46

      Oi Alef, você por aqui? rsrs
      O livro é maravilhoso né? Nossa, conforme avançava na história da Olívia eu comecei a chorar rs
      beijos

      Excluir
  2. LEGAL.....NOS REMETE A UMA ERA DISTANTE, PRINCIPALMENTE QUANDO TEM A GUERRA COMO PRINCIPAL FOCO... POIS NAO SO ENVOLVE OS PROTAGONISTAS DA HISTÓRIA, MAIS UMA LEVA DE PESSOAS QUE ESTAO A VOLTA DELES. E CADA UM TEM UMA HISTORIA, UMA DOR, UMA PERDA.... GOSTEI DA RESENHA.... UMA DICA ...TORNE ESSA HISTORIA DESSE CASAL COMO A HISTORIA DO JOVEM CASAL DO LIVRO .. A CASA DOS ESPIRITOS..

    MUITO BOM RELATA A HISTORIA DE 3GERAÇOES, DE TRES EPOCAS DIFERENTE. COM ESSE LIVRO A CASA DAS ORQUIDEAS, PODE SEGUIR O MESMO ESTILO, ENVOLVENDO NAO SÓ OS 2 PERSONAGENS MAIS UMA GERAÇAO TODA.

    PARABENS ...E SUCESSO PRA VC, NO SEU LIVRO.

    ASS, EDSONFERNANDES

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina Durães10/12/2012 14:47

      Oi Edson Fernandes, tudo bem?
      Primeiramente muito obrigada pelo seu comentário!
      O livro realmente é envolvente e simplesmente lindo!
      Beijos

      Excluir
  3. Geralmente eu não gosto muito de histórias que envolvem guerras reais, prefiro as batalhas épicas da fantasia, mas devo dizer que a resenha me impressionou o bastante e certamente ire conhecer A Casa das Orquídeas... vlw Carol por compartilhar conosco o seu parecer sobre o livro...

    Atenciosamente,
    Wender Monteiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina Durães10/12/2012 14:48

      Oi Wender, tudo bem?
      Na verdade, a guerra é usada como pano de fundo na história, mostrando como os homens precisavam ir lutar enquanto que as mulheres tinham que cuidar do lar e ajudar os feridos.
      Fico feliz que tenha gostado da resenha ;)
      Beijos

      Excluir
  4. Ainda não li esse livro, na verdade nunca o vi, mas fiquei com uma imensa vontade de ler.
    Só pela resenha já me apaixonei pela história. Pretendo ler o livro, e com certeza após a leitura, publicarei minha opinião mais concreta sobre a história.
    Mais já adorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina Durães10/12/2012 14:49

      Oi Unknown, tudo bem?
      Leia sim "A casa das orquídeas" e tire as suas conclusões... eu me apaixonei por ele e espero que você também faça o mesmo ;)
      Tenha uma ótima leitura!
      Beijos

      Excluir
  5. Ohhhh adorei a resenha, sabe que tenho esse livro aqui em casa e ainda nao tive coragem de le-lo, depois de ler sua resenha Carol fiquei curiosa e vou logo estar devorando esse livro...

    bjssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina Durães10/12/2012 14:50

      Oi Adriele, tudo bem?
      Muito obrigada pelo elogio ;)
      Eu realmente gostei do livro.. demorei um pouco para iniciar a leitura devido ao número de páginas rs.. Mas vale totalmente a pena, na minha opinião.
      Beijos

      Excluir
  6. Esse livro parece ter uma trama ótima, adoro filmes que envolvem segredos antigos, e histórias unicas, vou tentar compra-lo para ler em breve!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina Durães10/12/2012 14:52

      Oi Amanda, tudo bem?
      Muito obrigada pelo comentário!
      Então se você é fã do gênero, acredito que os livros da autora (me baseando nos dois dela que eu tive a oportunidade de ler: "A casa das orquídeas" e "A luz através da janela") vão agradar você!
      Beijos

      Excluir
  7. Olá Amanda,

    Gostei bastante da resenha.
    Estou te seguindo e espero sua visita.
    http://vergostarler.blogspot.com.br/
    Bjos
    Lu

    ResponderExcluir

Ficamos muito felizes quando você comenta e nos faz saber no que erramos e acertamos. Comente! Isso é muito importante.

 
| Floreios e Borrões | Copyright © 2014 | Código by Ipietoon | Design Marcelle Dantas |