27 outubro 2012

Resenha: O Começo do Adeus - Anne Tyler (by Carol Durães)




Anne Tyler nos leva a um romance sábio, assustador e profundamente tocante em que descreve um homem de meia-idade, desolado pela morte de sua esposa, que tem melhorado gradualmente pelas aparições frequentes da mulher — na casa deles, na estrada, no mercado. Com deficiência no braço e na perna direita, Aaron passou sua infância tentando se livrar de sua irmã, que queria mandar nele. Então, quando conhece Dorothy, uma jovem tímida e recatada, ele vê uma luz no fim do túnel. Eles se casam e têm uma vida relativamente modesta e feliz. Mas quando uma árvore cai em sua casa, Dorothy morre e Aaron começa a se sentir vazio. Apenas as aparições inesperadas de Dorothy o ajudam a sobreviver e encontrar certa paz. Aos poucos, durante seu trabalho na editora da família, ele descobre obras que presumem ser guias para iniciantes durante os caminhos da vida e que, talvez para esses iniciantes, há uma maneira de dizer adeus.






Minha opinião - Eu fiquei um pouco indecisa sobre o que escrever sobre esse livro. Então fui dar uma pesquisada em algumas resenhas já postadas no skoob e percebi que a minha opinião é semelhante com a de alguns leitores. O que eu achei do livro: ele é ok. Como assim ok, Carol? A leitura dele é rápida e flui muito bem, mas não tem nenhum personagem impactante que faça com que eu queira reler o livro, ou que ainda tenha ficado marcado na minha memória. Aaron é um personagem que tem momentos em que você fica na dúvida se ele está delirando ou não, e apesar de passar um bom tempo reclamando que a família dele o paparicava devido a sua deficiência, não toma nenhuma atitude real para mudar essa situação. E aí, devido ao seu trabalho, um dia, conversa com Dorothy, uma médica que pela descrição feita por Aaron (esse é um dos problemas, todos os personagens são vistos apenas pelo ponto de vista dele), claramente tem problemas para interagir com pessoas e demonstrar seus sentimentos. E isso o encanta totalmente, pois ela não fica tentando antecipar as suas necessidades. Mas com a morte da esposa, Aaron começa a recordar da vida deles juntos de modo um pouco mais preciso.

O livro mostra o processo do Aaron em “desapegar-se” da culpa e tentar superar a morte da esposa, mas o desenrolar da trama não me convenceu. Achei os personagens muito superficiais e em alguns momentos simplesmente enfadonhos.

Como disse antes, é um livro ok, mas não é memorável no meu ponto de vista.
Espero que tenham gostado da resenha.

Beijos

Carol

6 comentários:

  1. Nossa, eu não tinha vontade de ler esse livro e depois dessa resenha vou deixar esse livro para uma futura aquisição, quem sabe uma promoção eu compre, mas não será prioridade de leitura.

    gostei da resenha, foi honesta e até diferente das que já li.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina Durães28/10/2012 07:52

      Bom dia Adriele, tudo bem?
      Fico feliz que tenha gostado da resenha. A trama é interessante, porém na minha opinião poderia ter sido melhor desenvolvida ;)
      beijos

      Excluir
  2. Nossa, parece ser tão fofo, mesmo depois da morte da mulher dele eles ainda te uma ligação, ai muito fofo gostei da resenha adoro livros de romance

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina Durães28/10/2012 07:54

      Bom dia Mariana, tudo bem?
      É como eu comentei anteriormente: o livro tem uma ótima trama, a idéia do livro é interessante. Você não sabe se ele está ou não delirando, se existe ou não fantasma até o final da leitura.
      beijos

      Excluir
  3. Minhas expectativas estavam bem altas para com esse livro, agora estou ficando com o pé atrás, de tantos comentários negativos da obra ):

    Beijos.
    Guilherme.
    http://umcompulsivoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina Durães02/11/2012 08:46

      Bom dia Guilherme, tudo bem?
      Honestamente, eu não achei o livro tudo isso, mas nem por isso você deve deixá-lo de ler, pois às vezes você pode se identificar com a história de um modo que o outro leitor não.
      beijos

      Excluir

Ficamos muito felizes quando você comenta e nos faz saber no que erramos e acertamos. Comente! Isso é muito importante.

 
| Floreios e Borrões | Copyright © 2014 | Código by Ipietoon | Design Marcelle Dantas |