20 setembro 2012

{Resenha} Tudo pode mudar - Jonathan Tropper - [Arqueiro] - by Alef D.Piagge



Zack é o mais velho dos três filhos da família King, despedaçada quando o pai, o excêntrico e irresponsável Norm, sumiu da vida de todos. Durante os anos seguintes, Zack moldou sua personalidade para que jamais se parecesse com ele. Assim, se tornou um homem pacato e conservador. Ele tinha consciência de que se acomodara a uma situação conveniente: morava de favor na casa de um amigo rico, tinha um emprego medíocre mas estável e estava noivo de uma mulher por quem não era apaixonado. Apesar disso, sentia-se relativamente feliz com sua vida. Certo dia, Zack encontra sangue em sua urina e, após realizar alguns exames, passa a suspeitar de que sofre de câncer. Atordoado com a possibilidade da morte iminente e assustado com o casamento que se aproxima, ele começa a questionar suas escolhas e a perceber a fragilidade daquela vida falsamente estruturada. Para complicar ainda mais a situação, sua relação com Tamara – viúva de seu melhor amigo – adquire uma proximidade perigosa. A atração entre os dois é irresistível e, ao mesmo tempo, proibida. Sua confusão emocional atinge o auge quando Norm reaparece, disposto a fazer qualquer loucura para conquistar o perdão da família. Enfrentando tantos problemas ao mesmo tempo, Zack perde o controle de suas emoções pela primeira vez. Ele precisa lidar com a possibilidade de ter uma doença fatal, o medo de magoar Hope, a paixão platônica por Tamara, a sensação de fracasso profissional e os sentimentos conflitantes em relação ao pai e a si mesmo. Com muito humor e sensibilidade, Jonathan Tropper conta uma história de amor, traição, perdão, recomeço e a chance de se criar uma vida nova em meio ao caos 


** ** ** **

“Tudo pode mudar” é um livro que ensina muitas coisas. Faz você ter um momento de reflexão sobre o que você anda fazendo da sua vida. Ela realmente está sendo vivida da forma como você imaginou um dia?

Zack tem uma vida relativamente boa, tem uma namorada bonita e bem educada e mora com um amigo milionário que só pensa em assistir seriados na TV peladão.

O livro conta de uma forma bem humorada a descoberta de uma “doença” que Zac supõe ter depois que alguns resquícios de sangue aparecem em sua urina. Ele vai até um médico e a forma como o doutor lhe passa as respostas é bem de se desconfiar de que você está prestes a morrer.

Zack tem uma paixão silenciosa por Tamara, à viúva de seu melhor amigo que morreu em um acidente de carro. Ele se sente responsável por isso, e por diversas vezes no decorrer da leitura da à impressão de que ele se lamenta por não ter morrido no lugar de seu amigo.

Honestamente, eu não me surpreendi muito com esse livro, esperava mais depois das críticas que li anteriormente. A narração é meio arrastada e cansa ás vezes. O Zack lamenta demais e é meio dramático.

As melhores partes do livro são as que Jed, seu amigo milionário e Norman, seu pai ausente, estão presentes. Eles fizeram com que eu tivesse mais vontade de ler o livro até o fim.  O desfecho não me surpreendeu de uma forma muito positiva, acho que poderia ter sido melhor mas, enfim,  não recomendo se você não tiver paciência de psicólogo pra ler.

É isso pessoal, se vocês leram e descordam ou concordam comigo, deixem seus comentários aqui em baixo. Se você ainda vai ler, leia. Não há nada melhor do que a nossa própria opinião pra avaliar uma obra literária. Mas se você quiser se basear na minha e não está a fim de ler lamentações “Tudo pode mudar” não é uma boa pedida no momento.

30 comentários:

  1. Livros que tem como tema drama é um porre pra mim. Vou ser bem sincero, gosto mais de livros de fantasias, anjos, vampiros, e outros seres que "infelizmente" não estão na escola, rua ou trabalho.
    Acho que livros que retratam esse tema são válidos, até certo ponto. E vai depender muito do estado de espírito que a pessoa se encontra.
    Gostei da resenha mas, não vai Tudo pode Mudar não seria uma aposta pra mim tão cedo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, temas de cunho sobrenatural são bem mais chamativos. Não vou dizer que um drama, no momento certo, não seja bom, é sim. Mas para que a leitura seja boa nos temos que, pelo menos, prender em algum ponto que nos leve a té o fim da história.

      Obrigado pela visita Rafa!

      Excluir
  2. Nossa, quando li a sinopse fiquei com vontade de ler, passa a sensação de ser um livro divertido... Mas, ok, eu sou bem seletiva, no momento vou por sua resenha, Alef, não pretendo ler por agora. Quem sabe mais tarde... Que bom que temos vocês, blogueiros, para analisarem os livros antes de nós! ;)

    Beijão!!!

    http://livrootrio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. All, quando eu li a sinopse corri pra pedir o livro pra Arqueiro, pena que o recheio não foi tão chamativo assim.

      Abraços

      Excluir
  3. De livro arrastado já basta o de vestibular kkk, drama não me agrada muito. Mas a resenha muito boa e sincera,parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho importante manter a sinceridade nas resenhas, ser hipócrita não é legal.

      Obrigado pela visita!

      Excluir
  4. Eu realmente preciso desse livro depois dessa resenha!! Eu tenho muitos surtos de " o que estou fazendo com minha vida? " Tem certos livros que meio me botam num caminho na vida e que me fazem refletir e repensar adoro isso ^^ Vou logo ler ;) P.S. Adorei a sinceridade !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Viu? A resenha foi positiva pra você, fico feliz.

      Abraços

      Excluir
  5. Não é um livro que faz meu estilo preferido, mas se é um livro que te faz refletir, acho que a leitura é valida. EU não tenho a tal paciencia de psicologo pra ler... hehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre bom dar uma refletida, né? Leia sim, vc vai ver como a reflexão está presente nele.

      Obrigado pela visita!

      Excluir
  6. Não é o estilo de leitura que curto, mas a historia parece ser bem interessante... otima resenha :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá uma lida, acho que não é uma história que me deixou muito surpreso, mas sempre tem alguém que gosta.

      Excluir
  7. Carolina Durães21/09/2012 14:20

    Oi Alef, tudo bem?
    Nossa, a história tem um tom totalmente diferente do que eu achava que teria. Quando vi o livro, achei que seria bem mais engraçado. O livro continua sendo interessante, mas de uma forma totalmente diferente.
    Parabéns pela resenha, é sempre bom ver o lado bom e ruim do livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem sim

      O livro tem sim uns momentos engraçados, mas o drama é mais carre gado que a comédia.

      Saudades de você, Carol.

      Excluir
  8. Mariana Coelho22/09/2012 11:44

    A resenha ta otima, mais a história em si que o livro conta não me interessa muito posso até estar enganada e gosta da parte em que ele começa a ter a paixão platonica pela menina porque adoro livros de romance, mais quem sabe posso estar me enganando e o livro ser muito legal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, por isso mesmo que eu disse que vocês precisam ler. Temos que tirar nossas próprias conclusões. Então leia!

      Obrigado pela visita!

      Excluir
  9. Oie,
    Realmente a sinopse nos deixa curiosa, porém com tantos livros sendo lançados todos meses e com a quantidade de leituras que tenho a fazer, vou deixar para um oportunidade se ela surgir, a leitura desse livro. E Concordo com você cada opinião é uma e já li livros que poucos gostaram e eu amei...huashuahs...é gostos, cores e amores não se discutem. Amei a resenha sincera...beijokas elis - A Magia Real

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Eli, gosto não se discute. Eu posso ter achado uma coisa, mas sempre tem alguém que discorda totalmente.

      Abraços

      Excluir
  10. Puxa, Alef.
    Honestamente, gostei muito da sinceridade contida na resenha, mas tenho de confessar que mesmo já tendo visto a capa e o título por diversas vezes blogosfera afora nunca tinha me interessado em ler a sinopse, que conseguiu me prender e surpreender. E, bom, eu acho que tenho paciência de psicólogo, então, por que não tentar? Entrou na minha fila. Obrigado pela resenha.

    Assim me despeço, com a promessa de voltar.
    E como há braços, abraços.
    Caleb Henrique (Viajante Literário).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caleb, eu acho que você vai gostar de "Tudo Pode Mudar", principalmente se você tem a referida "paciência de psicologo. Boa leitura!

      Abraços

      Excluir
  11. Paciência de psicologo acho que tenho sim, e um pouco mais ainda... rsrsr... tenho a nítida impressão de que vou gostar, o Zack ser dramático e lamenta demais, parece que ele tem a mania de absorver dores dos outros... com certeza irei ler... e parabens pela resenha Alef...

    Atenciosamente,
    Wender Monteiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, Wender, também acho que esse é um gênero que você leria.

      Boa leitura.

      Excluir
  12. Oi Alef,
    Ótima a sua resenha, bem honesta e direta, resaltando os pontos positivos e negativos.
    Ainda não li esse livro mas parece ser um livro divertido e ao mesmo tempo meio baixo astral. Não parece ser um livro que vou correr para ler, mas se ele passar por mim, com certeza vou ler ;)

    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, há momentos divertidos e, como vc mesma disse, outros baixo astral. Mas vale á pena ler.

      Abraços

      Excluir
  13. Oi Alef!
    Gostei da resenha. O livro parece que retrata bem o meu estado de espírito ultimamente... Mas drama por drama, já tenho o da minha vida! rs
    Prefiro continuar usando os livros pra me refugiar da realidade.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, que bom que vc gostou, é um drama mesmo o livro. Mas leia em alguma oportunidade.

      Abraços

      Excluir
  14. Estou bem curioso para ler esse livro já faz algum tempo, em breve lerei (:

    Abraços.
    Guilherme.
    http://umcompulsivoleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia e me diz o que acha Gui. Boa leitura..!!

      Abraços

      Excluir
  15. Ameei a resenha, fiquei muito curiosa agora...Com certeza entrou para minha lista infinita de livros que pretendo ler esse ano ainda kkk

    Beijos,
    Carol Farias (:
    http://princesa-docastelo-emchamas.tumblr.com/

    ResponderExcluir
  16. Fico feliz que minha resenha tenha lhe deixado curiosa.

    Abraços

    ResponderExcluir

Ficamos muito felizes quando você comenta e nos faz saber no que erramos e acertamos. Comente! Isso é muito importante.

 
| Floreios e Borrões | Copyright © 2014 | Código by Ipietoon | Design Marcelle Dantas |